sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Filme: Wolverine Imortal.

Olá, aventureiros!
Hoje o papo será filme!

Wolverine Imortal:

Título Original: The Wolverine
Ano: 2013
Duração: 126 Minutos
Gênero: Ação
País: E.U.A.
Direção: James Mangold
Produção: Lauren Shuler Donner, Hugh Jackman, Hutch Parker, John Palermo.
Roteiro: Mark Bomback, Scott Frank
Elenco: Hugh Jackman, Tao Okamoto, Rila Fukushima, Hiroyuki Sanada, Svetlana Khodchenkova, Will Yun Lee, Haruhiko Yamanouchi, Brian Tee, Famke Janssen
Sinopse: Após matar Jean Grey (Famke Janssen) para salvar a humanidade por ela não conseguir controlar os poderes da Fênix, Logan (Hugh Jackman) decidiu abandonar de vez a vida de herói e passou a viver na selva, como um ermitão. Deprimido, ele é encontrado em um bar pela jovem Yukio (Rila Fukushima). Ela foi enviada a mando de seu pai adotivo, Yashida (Hal Yamanouchi), que foi salvo por Logan em Nagasaki, no Japão, na época em que a bomba atômica foi detonada. Yashima deseja reencontrar Logan para fazer-lhe uma proposta: transferir seu fator de cura para ele, de forma que Logan possa, enfim, se tornar mortal e levar uma vida como uma pessoa qualquer. Ele recusa o convite, mas acaba infectado por Víbora (Svetlana Khodchenkova), uma mutante especializada em biologia que é também imune a venenos de todo tipo. Fragilizado, Logan precisa encontrar meios para proteger Mariko (Tao Okamoto), a neta de Yashida, que é alvo tanto de seu pai, Shingen (Hiroyuki Sanada) quanto da Yakuza, a máfia japonesa.

Este texto é livre de spoilers!

Quando os créditos subiram eu pensei: "Cara... mas... é... sério isso?"
Bom, vamos lá. O filme começa bem e termina mal.
O início do filme mostra Wolverine eremita, vivendo em uma floresta e sofrendo de alucinações com sua amada e morta pelas suas mãos, Jean Grey. Então, Yukio, uma mutante samurai, encontra Logan para encontrar Yashima, seu pai, que foi salvo por Wolverine da bomba atômica.
O começo é bom. Tem a introdução dos personagens e da real história. O filme só conta com o Logan como bom personagem. Há outros 3 que poderiam ser bons, a Yukio, a Mariko, par romântico de Logan, e Harada, um arqueiro ninja, mas infelizmente não há aprofundamento deles e Mariko não faz um bom par romântico com Wolverine. Foi legal ver Wolverine sem seu fator de cura, mas não achei nada demais, já que não há uma grande consequência. O filme tem excelentes cenas de luta e ação. A cena do trem foi muito boa, eu assistia e vibrava! O filme foi caminhando bem até a resolução do problema de cura. O filme poderia acabar aí, nessa cena, mas faltava descobrir por que a Yakuza queria matar Mariko e qual a participação da Víbora nisso. E aí então tem a resolução, tem a participação de Hanada e suas motivações e atitudes sem sentidos, tem o samurai de aço e toda sua ciência de quadrinhos e tem a conclusão. Essa parte foi medonha. Foi triste mesmo ver o final desconstruir tudo que foi construído ao longo do filme.
Uma coisa que eu senti falta foi a emoção. De me sentir apreensivo vendo o filme. Na minha opinião, se Yukio e Hanada fossem melhor usados, ficaríamos com medo do que poderiam acontecer com eles.
Wolverine é um personagem que empolga, com boas cenas mas isso não salva o filme. O final realmente deixou a desejar. O filme mostra personagens sem motivações ou motivações confusas. É uma pena, porque o filme seria muito bom se não fosse o final.
Apesar de tudo me diverti assistindo o filme, gostei das cenas de ação e das lutas, de ver um Wolverine ermitão sofrendo pelo que fez com Jean Grey e gostei de ver as cenas do Wolverine de antes dos acontecimentos de X-Men. Acontece que um filme, principalmente um que se trata de heróis e vilões, tem que ter uma boa conclusão de história e personagem.
A cena pós-créditos é de arrepiar.

Mesmo com defeitos,

OS DRAGÕES DE FOGO RECOMENDA WOLVERINE IMORTAL!

Mas abaixem as expectativas e tenham a mente aberta.

Vamos à nota que, como sempre, vai de 0 a 5:

Personagens: São bons, mesmo sem aproveitamento. Mas os vilões... A Víbora parece a Hera Venenosa do Batman! Meio ponto!

Consistência de História e Roteiro: Achei a história mediana com um péssimo final. Meio ponto!

Início: Muito bom! Com direito a ver Wolverine visto como um igual pela fauna de uma floresta! Um ponto!

Término: Horroroso!

Trilha sonora: Pareceu que não tem músicas tema, apenas efeitos e músicas de fundo.

Dragão: Não tem! Talvez melhorasse o filme!

Então, 2 Copinhos de Hidromel para Wolverine Imortal!

Leve minha opinião como base, mas não leve a sério!

Compartilhe este blog com vossos companheiros, caro ronin!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!