quinta-feira, 6 de março de 2014

Série: Rome.

Olá, aventureiros!
Hoje vamos falar sobre série!

Rome:

Sinopse: A série se inicia em 52 a.C., quando o general romano Júlio César derrota seu inimigo Vercingetórix na batalha de Alésia. Seu êxito desequilibra a batalha pelo poder contra o cônsul de Roma, Pompeu, que representa a luta entre o povo, que apoia César, e os patrícios, que apoiam Pompeu. A série trata dessa luta de poderes, na qual César, triunfante tenta transformar a República Romana em um Império. Este objetivo, entretanto, somente será conseguido por seu sobrinho-neto, Otávio Augusto, no ano de 27 a.C.
Para ambientar esta troca histórica, a série se baseia não apenas nos líderes desse período, como César, Pompeu e Otávio, mas também nas vidas dos legionários Lúcio Voreno e Tito Pulo, personagens mencionados no livro V dos Comentários sobre a Guerras Gálica. Obviamente trata-se de um drama fictício baseado nos fatos históricos relevantes do período.
Rome é uma coprodução da rede de televisão paga americana HBO, da britânica BBC e da italiana RAI, rodada nas proximidades da atual cidade e nos antigos estúdios de Cinecittà, em uma superfície de mais de 20.000 metros quadrados, com a participação de 350 pessoas.

Este texto não contém spoilers, mas como se trata de uma série histórica, você já deve tê-los visto nas aulas de história, não é mesmo?

Série histórica misturada com ficção. Retrata Roma Antiga, na época do tão famoso ”Imperador” Júlio César. Sim, “Imperador” com aspas, pois ele é conhecido como tal, mas não o é. A série o retrata como o que ele era: um cônsul (um muito importante, mas onde há senado, não há império). Foi nisso que a série me ganhou. Apesar de ter personagens como Lucio Voreno e Tito Pulo, com grande importância na trama, mas que nunca existiram (na verdade há registros sobre guerreiros com esses nomes, mas não viveram como mostrado na série), a série respeita bastante os fatos históricos. Outro caso é que a maioria das pessoas acham que Júlio César disse “Até tu Brutus” em um momento crucial, mas a série deixa claro que isso não existiu, e que Brutus era bem próximo a César, mas não como “quase um irmão”, como muitos acreditam.

A série tem apenas duas temporadas, que narram os acontecimentos desde o primeiro triunvirato, até o grande domínio de Caio Otávio e o fim do segundo triunvirato.
Como todas as séries da HBO (pelo menos todas as que eu vi), esta trás muitas cenas de sexo e de violência. Veja bem, Roma Antiga, época dos famosos soldados romanos e dos bacanais, então está tudo dentro dos conformes.

Os grandes personagens que vimos nas salas de aulas estão muito bem representados: Ciarán Hinds como Júlio César, James Purefoy como Marco Antônio, Kenneth Cranham como Pompeu, Tobias Menzies como Brutus, Lyndsey Marshal como Cleópatra, Max Pirkis como Caio Otávio e os secundários também são ótimos. Os criados apenas para a série são muito bons também, foram bem apresentados, possuem carisma e os atores estão de parabéns. Temos Kevin McKidd como Lúcio Voreno e Ray Stevenson como Tito Pulo

A série é ótima, respeita grande parte da história (sim, grande parte, mas não tudo, afinal, ainda é uma obra com o intuito de ser uma ficção, não um documentário), há várias reviravoltas e caminha muito bem do começo ao fim.

Disse que há violência na série, é verdade, mas não há grandes batalhas entre exércitos inimigos. São poucas as cenas assim. É mais uma trama política. Mas não é chata não, é boa e inteligente.
Enfim, gostei bastante e ainda me pergunto porque existem pessoas que ainda não a assistiram.

OS DRAGÕES DE FOGO RECOMENDA ROME!

E agora a nota, como sempre, de 0 a 5:

Personagens: São bons e os atores estão de parabéns! Sério, não tenho nenhuma queixa! Um ponto!

História e Roteiro: A parte da trama que retrata os fatos históricos são muito bons e retrata boa parte do que eu estudei na escola e até certos detalhes que já havia me esquecido. A parte da ficção é muito bem feita e muito densa (apesar de eu não ter gostado tanto). Um ponto!

Início: Bom, apresenta os principais personagens, mostra como era a estrutura política de Roma e tem uma boa cena de ação logo no começo! Um ponto!

Término: O fim das duas temporadas são bons. O fim da segunda temporada, que é de fato o fim da série, é muito bem-feito e super emocionante! Um ponto!

Trilha sonora: Boa, retrata bem as emoções das cenas e não é repetitiva! Um ponto!

Portanto, 5 Canecas de Hidromel para Rome! Merecido!

Para mais séries, clique aqui!

E não se esqueça de compartilhar este humilde blog com vossos amigos, caro guerreiro!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Já vi essa série inteira e realmente é muito boa.

    lobotomiacibernetica.tk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Adrian!
      Agradeço a visita!

      De fato, é uma série muito boa!

      Excluir
  2. Bom, como eu já te disse antes Kio, eu estou sempre a procura de uma nova série, pois verdade seja dita, se eu tenho um vicio são séries de TV. Toda vez que eu termino uma série, eu vou lá na minha lista de séris que eu quero assistir e escolho a próxima e Rome já estava na minha lista, mas eu acabei escolhendo Two and a half men, então depois que eu terminar de assistir esta série (o que vai demorar pois são 11 temporadas), eu começarei outra e provavelmente será Rome.
    Enfim, excelente post e parabéns pela escrita!
    Beijos.
    Visite - Tão Bom Quanto Pizza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou um viciado sem solução! Eu sempre assisto um episódio ou outro de forma aleatória de Two and a half men. Acho até legal, mas Rome é uma obra prima! *---*
      Recomendo mesmo que assista!
      Muito obrigado, Larissa!!!
      =D

      Excluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!