terça-feira, 15 de abril de 2014

Filme: Os Suspeitos (2013)

Olá, aventureiros!
O papo é livro!

Os Suspeitos:
Título Original: Prisoners
Ano: 2013
Duração: 153 Minutos
Gênero: Policial, Suspense
País: EUA
Direção: Denis Villeneuve
Roteiro: Aaron Guzikowski
Elenco: Hugh Jackman, Jake Gyllenhaal, Viola Davis, Maria Bello, Terrence Howard, Melissa Leo, Paul Dano
Sinopse: Keller Dover (Hugh Jackman) está enfrentando o pior pesadelo de todos os pais. Sua filha de seis anos de idade, Anna, está desaparecida, juntamente com sua amiga, Joy. Encabeçando a investigação, está o detetive Loki (Jake Gyllenhaal). Enquanto a polícia busca várias pistas, a pressão aumenta. Sabendo que a vida de sua filha está em jogo, Dover decide que ele não tem escolha a não ser tomar o assunto em suas próprias mãos. Mas até onde esse pai desesperado vai para proteger a sua família?

Texto livre de spoilers!

Há tempos não via um filme como esse. Excelentes interpretações e história bem desenvolvida, diferente desses enlatados holywoodianos que tanto fazem sucesso.

A trama é envolvente apesar de ser um "suspense mais calmo", sem sustos, apenas as cenas passando e a história se desenrolando. Um filme quase sem trilha sonora que prima por respeitar a inteligência do espectador, fazendo de uma trama nem tão complexa e original, algo surpreendente.
As coisas vão acontecendo aos poucos causando um furacão de informações conforme o fim se aproxima, por isso, não pisque os olhos!

A história não é apenas a polícia tentando achar as crianças desaparecidas. É muito mais do que isso. O filme mostra o impacto do desaparecimento nas vidas dos pais, nas atitudes que eles tem, na mudança ou não de personalidade. A história tem um grande aprofundamento de personagens.

Keller Dover é um dos personagens centrais. Um homem amarrado em suas crenças que,  ao ver o desaparecimento de sua filha, acaba por ter sua fé abalada. Fica claro também que Dover é daqueles que acreditam piamente na ineficácia das instituições e se vê na obrigação de agir, antes que seja tarde demais.

Na minha opinião, o personagem principal e mais interessante, é o detetive Loki, muito bem interpretado por Jake Gyllenhaal. Loki investiga o desaparecimento das crianças. O detetive acaba por ser o depósito de fé das pessoas, a tal instituição que deve fazer valer a lei e trazer paz aos pais das crianças.
O detetive de fato é um personagem muito interessante. Possui várias tatuagens com símbolos de crenças, como a cruz, a estrela de oito pontas e várias outras em seus dedos. Além disso, temos o seu próprio nome, Loki, o deus do fogo e da confusão, segundo a mitologia nórdica. Outro ponto é a cena de apresentação do personagem, que é ele conversando com uma garçonete sobre os signos chineses.
Interessante é que Loki deverá "salvar" oito pessoas (numero de pontas da estrela): Os pais, o irmão e Anna. Os pais, a irmã e Joy. A estrela também simboliza o batismo e o renascimento.
Loki também usa um anel maçônico. Não estou tão certo sobre o significado, talvez também uma reunião de crenças, ou uma tentativa de simbolizar uma sociedade ou as instituições do Estado, já que o EUA foi fundado por maçons e teve como base a revolução francesa.
Deixando o blá blá blá todo, Loki é um bom personagem. É aquele detetive com faro, sabe? Que faz de tudo pra resolver os casos, que tenta prestar atenção em todas as coisas ao seu redor. Jake Gyllenhaal está de parabéns.

A história é resolvida, ao contrário de muitos comentários que eu vi por aí, sem furos e com um razoável final. Tentaram fazer um final meio "A Origem", mas não ficou tão ambíguo assim.
Foi muito legal ver que os acontecimentos foram muito bem amarrados e interligados, sempre contando com os questionamentos de fé, ainda que quase em segundo plano. Tudo sempre convergindo pra o tal do labirinto (não é spoiler, tá no trailer). Aqui vale lembrar que o labirinto é incorporado em livros e histórias religiosas como um simbolo de jornada épica através dos pecados pra chegar a salvação, como a peregrinação cristã para a Terra Santa, muito usado como adorno em igrejas medievais. E também é um lugar que brinca com a sanidade das pessoas, onde Teseu derrota o minotauro libertando Atenas dos tributos a Creta.

Atenção!
Inicio de comentários com spoilers! 
Cuidado!

Vi muitas dúvidas sobre acontecimentos do filme, então vou tentar explicar alguns:

Por que Joy diz que Keller a amordaçou?
Na verdade é um erro de tradução ou interpretação. Joy apenas diz que Keller estava onde elas estavam e que ambas foram amordaçadas, mas não diz que foi por ele.

O que significa o labirinto? 
O labirinto era uma forma dos sequestradores brincarem com a mente das crianças. É possível ver que o marido de Holly Jones usava um colar com o tal labirinto, então, talvez, ele já tinha uma certa obsessão pelo labirinto. O labirinto do minotauro era famoso por causar insanidade às pessoas que não conseguiam sair dele, até que o minotauro os matava, e é o que acontece na história, por isso as crianças tinha que completar o labirinto "em troca da liberdade", como fica exposto nos livros que são entregues a elas.
Já o simbolismo do labirinto seria a "peregrinação" de Keller, que vira um prisioneiro de sua própria obsessão não sabendo ao certo quais rumos tomar (como num labirinto).
Talvez também seja uma alusão à peregrinação de Loki, por não saber o que fazer e em que acreditar.

Qual a participação de Bob Taylor no sequestro?
Bob Taylor foi uma das vítimas do casal Jones. Bob acabou escapando ou sendo libertado, mas ficou traumatizado. Tenta se libertar até hoje, completando os labirintos. O trauma foi tamanho que vive encenando sequestros de crianças, como foi com ele. Holly só o reconhece quando seu retrato é mostrado na TV.
Portanto, ele não tem participação no sequestro, mas acaba se envolvendo e atrapalhando as investigações no intuito de representar o tal rapto.
É com Bob que vemos a real importância do labirinto.

Outro comentário que gostaria de fazer é sobre a adaptação do título. O original, "Prisioneiros" faz muito mais sentido, já que todos eram prisioneiros de algo. Loki era preso às pessoas e ao caso. As crianças estão presas em algum lugar. Os pais estavam presos àquela situação. Keller estava preso às suas convicções de tal forma que resolveu agir sozinho e no fim acabou realmente preso. Alex foi preso pela polícia, depois foi preso por Keller, sem falar que sempre viveu preso à Holly, já que foi sequestrado ainda criança. Enfim, há vários casos de prisões reais e sentimentais, mas "Os Suspeitos" são apenas Alex e Keller. O título real brinca com a razão e a emoção como o filme, enquanto que a adaptação é preto no branco.

Vi outras perguntas também, mas me parecem que foram feitas por não prestarem atenção no filme. Tá tudo lá!

Fim de comentários com spoilers!

Resumindo, Os Suspeitos mescla ótimas interpretações com um enredo instigante. Não é mais um filminho de suspense raso, não concentrando a história em apenas a caça às crianças desaparecidas, mas nos agracia com bons questionamentos e um grande aprofundamento de personagens.

OS DRAGÕES DE FOGO RECOMENDA OS SUSPEITOS!

Agora a nota, de 0 a 5:

Personagens: São muito bons, bem caracterizados e interpretados! Um ponto!

Roteiro: Muito bom! Um pouco diferente do comum, ainda que bem simples. Um ponto!

Início: É bem parado. Todo aquele lance de família feliz e tal, quase desisti de assistir. Entretanto é necessário e o ritmo do filme não muda, então não tem porque começar um filme desse na pilha e depois diminuir, não é verdade? Um ponto!

Término: Muito bom! Simples, mas pareceu ser uma falha tentativa de ser um final profundo e ambíguo. Mesmo assim, fez todo o sentido. Um ponto!

Efeitos Visuais, Sonoros e Trilha Sonora: Praticamente não contém nenhum tipo de efeito especial nem trilha sonora. Os sons, fora ambientes, são bem sutis, o que fez muito sentido pra ditar o ritmo deste filme. Um ponto!

Por essa eu não esperava! 5 Canecas de Hidromel para Os Suspeitos!

Para mais filmes, clique aqui!

Não se esqueça de compartilhar o blog com vossos amigos, caro navegante!
Aproveite e curta nossa recém-criada página no facebook!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Olá Kaio, tudo bem?

    Meu eu gostei muito deste filme, assisti no cinema e quando liberaram no PPV também assisti. A galera que não curtiu, talvez não tenham entendido a história. ^^

    bju's Ju

    Visite - Tão Bom Quanto Pizza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Juliana!
      Haha, pode ser, ele não é tão simples de entender!
      =D

      Excluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!