quinta-feira, 15 de maio de 2014

Anime: DOGS: Stray Dogs Howling In The Dark

Olá, aventureiros!
Hoje o papo é anime!

DOGS: Stray Dogs Howling In The Dark:

Estúdio: David Production
Ano: 2009
Gênero: Ação, Biopunk, Drama, Seinen
Episódios: 4
Duração: 16 Min.
Sinopse: Se passa em algum momento no futuro, onde uma certa cidade europeia estende-se ao subsolo e ao submundo, até mesmo secretamente, pelos níveis escuros que têm a chave para o passado. DOGS conta a história de: Mihai, um ex-assassino que voltou e está vivendo com Kiri, que agora dirige um restaurante. Naoto, a espadachim. Haine, um produto misterioso da engenharia genética e seu parceiro Badou, para não mencionar os gêmeos assustadores mas bonitos Luki e Noki, exercendo seus ofícios perigosos e muitas vezes mortais.

Este texto é livre de spoilers!

A série de OVAS de DOGS é baseada no One-Shot (mangá de volume único) de mesmo nome. Esse mangá ganhou uma continuação chamada DOGS: Bullets & Carnage, que está em seu 10º volume, publicado pela Ultra Jump, da Shueisha. O mangá é de Shirow Miwa.

O anime é produzido pela David Production, a mesma de Soul Eater, Kuroshitsuji, JoJo's Bizarre Adventure entre outras.

A primeira vista, cada episódio conta uma história diferente, centrando em personagens diferentes. Com cuidado, podemos observar que as histórias estão interligadas e que os personagens e acontecimentos estão relacionados de alguma maneira.

Episódio 1 - Weepy Old Killer:

A história de Mihai. Trata-se de sua vida como um assassino, o que aconteceu com a única mulher que ele amava, e como ele enfrentou um demônio nascido por meio de seu treinamento.

Começa com Mihai relembrando o passado. Depois há o confronto e fim. A história é um tanto quanto dramática e sem muita ação. Confesso que fiquei perdido com o fim do episódio, sem entender muito bem a cena final. A história é meio parada e genérica, sem muita originalidade.
Um ponto positivo é o cenário cheio de neve. Deu todo um clima melancólico ao episódio.

Episódio 2 - Gun Smoker:

A história de Badou. A história hilária sobre como ele é perseguido por toda a cidade, por causa de uma foto que ele tirou de o senhor de uma gangue.

Badou é um personagem diferente: Fumante e de tapa-olho, trabalha "coletando informações". Um espião amador. Dei boas risadas nesse episódio. Badou acaba perseguido por uma gangue inteira de mafiosos e tudo o que ele quer é um cigarro. O Mihai aparece bastante nesse episódio, mas os holofotes estavam todos em Badou. Apesar de boba, a história foi muito boa e inusitada. Bem engraçada.

Episódio 3 - Blade Maiden:

A história de Naoto. Ela explica por que Naoto é tão vingativa, como começou seu treinamento com espadas e como ela conseguiu sua cicatriz.

Esse episódio começa com um flash-back do passado de Naoto, mostrando os motivos de seus desejos de vingança. É um bom episódio, mas achei meio raso. Achei, também, as emoções de Naoto meio contrárias.

Episódio 4 - Stray Dogs Howling In The Dark:

A história de Haine. Ele é tocado por uma sensação rara quando vê uma menina alada comprada por um homem rico e tenta salvá-la

Cheio de ação e com a participação de Badou. Esse episódio foi legal, nos mostrou mais sobre como é o mundo de DOGS. Algo que eu achei interessante é que há uma cena pós-créditos que dá a entender que a história continua, que há muito mais por trás do que nos foi mostrado, mesmo que o anime não continue.

E assim acaba DOGS!

Um fato curioso é que mesmo se passando no futuro, não vemos nenhum tipo de tecnologia diferente e nada disso importa para a história, salvo o último episódio que temos seres geneticamente modificados.
Pra falar a verdade, mais parece estar no passado. Podemos ver isso pelas roupas e os carros da cidade. No segundo episódio Badou fotografa usando uma câmera que nem era digital.

Uma coisa bem bacana, é que mesmo as histórias sendo independentes, todos os personagens principais aparecem em todos os episódios, seja de relance ou ativamente.

Em suma, DOGS tem uma arte muito bonita, mas genérica. O enredo é cativante, ora original, ora clichê. A trilha sonora é boa, mas nada demais. DOGS é uma série mediana, mas consegue ser competente e aliada aos personagens cativantes, faz dela uma série que vale a pena conferir. (Só quinze minutinhos cada episódio, cara!)

OS DRAGÕES DE FOGO RECOMENDA DOGS: STRAY DOGS HOWLING IN THE DARK!

Nota: 3 Canecas de Hidromel para DOGS!

Se gostou, espalhe pelas redes sociais e recomende a seus amigos, caro navegante!
Aproveite e curta nossa página no facebook!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!