terça-feira, 13 de maio de 2014

Livro: O Substituto - Brenna Yovanoff

Olá, aventureiros!
O papo é livro!

O Substituto:
Título Original: The Replacement
Autor: Brenna Yovanoff
Edição: 1
ISBN: 97885286155555
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2012
Páginas: 333
Tradutor:  Bruna Hartstein
Sinopse: Mackie não é um de nós. Ele vive na pequena cidade de Gentry, mas vem de um mundo de túneis e águas escuras e lamacentas, um mundo de garotas-cadáver governado por uma pequena princesa.
Ele é um Substituto — deixado no berço de um bebê humano há dezesseis anos. Agora, devido a uma alergia fatal a ferro, sangue e solo consagrado, Mackie está morrendo aos poucos no mundo dos homens.
Mackie daria qualquer coisa para viver entre nós. Tudo o que ele deseja é tocar baixo e descobrir mais sobre uma garota estranhamente fascinante chamada Tate. Mas quando a irmãzinha de Tate desaparece, Mackie é irreversivelmente arrastado para o submundo de Gentry, conhecido como Caos.

"Acho que as pessoas são complicadas e todo mundo tem sua cota de segredos."

Este texto é livre de spoilers!

Antes de começar, preciso enfatizar que este livro não é de terror nem suspense. Fui ler achando que ia ser algo profundo e sombrio, devido a capa e as livrarias o colocarem na categoria terror, mas não é nada disso. O livro tem um pouco de mistério e um pouco de amor, nada mais.

Mackie, o personagem principal, não é um garoto como nós. Ele é um substituto. O verdadeiro Mackie foi tirado do berço ainda bebê, e no seu lugar foi colocado um ser com alergia a ferro e de olhos muito negros.
Não vou me dar ao trabalho de especificar cada personagem, pois são vários, e a maioria são esteriótipos adolescentes. Mackie é o esquisito, Roswell é cara legal, os gêmeos são o alívio cômico (tipo os gêmeos Weasley), Alice é a garota popular/bonita/líder de torcida, Tate é a garota não tão bonita... Enfim, você já os viu antes.
Os personagens diferentes e originais do livro são aqueles que vivem no subterrâneo. O legal do livro é que eles não são especificados. Não são zumbis ou vampiros ou qualquer monstro conhecido. São criaturas e pronto.

Achei a história em si meio massante e sem objetivo. O livro é dividido em 4 partes:
Parte 1 - O Segredo Dos Vivos: O início da história, a apresentação dos personagens e os primeiros passos nos segredos da cidade de Gentry e de seus habitantes.
Parte 2 - As Mentiras Que As Pessoas Contam: Uma enrolação descabida.
Parte 3 - Os Mortos -Vivos: Nessa parte é que descobrimos os problemas de Mackie e entendemos os "Substitutos".
Parte 4 - Eles: A resolução dos problemas e o fim do livro. Graças a Odin, não aguentava mais.

O Substituto não é um livro sobre monstros. É um livro sobre pessoas. Ainda que um pouco raso, explora muito as diversas linhas de amor e amizade. Unido a isso temos uma história quase original sobre criaturas e um mistério que assombra a cidade de Gentry e seus moradores.
O livro deixou muito a desejar. Algo que poderia ser um bom mistério ou um grande suspense não se tornou nada. Apenas mais um história bobinha com monstros e adolescentes.

A escrita não é ruim, é bem fluída, mas, as vezes, a autora descreve muitas coisas quando não necessário, e as vezes, não descreve nada. A ideia era tornar a experiencia profunda para o leitor, mas ficou massante e chato de se ler:
"— Eu amava minha irmã — continuou ela, limpando minhas pálpebras com o lenço. A água estava fria e cheirava a limo de poça e a folhas mortas, mas a sensação era boa ao encontro da pele. Eu estava começando a pensar que talvez estivesse em casa (...)"
Pode parecer implicância minha, mas depois de várias páginas assim fica realmente chato.

O fim é chato também. Nada surpreendente e é aquilo que você pensou que ia acontecer depois de conhecer a vilã do livro.
Eu quase desisti de ler em vários pontos, mas uma parte no fim me deixou negativamente perplexo e eu quase desisti no fim. Logo no fim, Imagina uma luta entre um sádico, que tortura coisas vivas desde quando o mundo é mundo, extremamente habilidoso contra uma colegial brigona. Quem você acha que ganharia a luta? Então, né...

Um ponto positivo é o livro em si. Uma bela capa, e uma arte de árvore morta entre os capítulos. Muito bom, poderíamos ter mais livros assim.

Resumindo: Não julgue um livro pela capa. O Substituto é um livro massante e bobo. Sem objetivo, os personagens vão simplesmente vivendo até quase o mediano fim.

OS DRAGÕES DE FOGO NÃO RECOMENDAM O SUBSTITUTO!
Sério, vai ler outra coisa, cara.

Vamos a nota, de 0 a 5:

Personagens: Os principais são bem caracterizados, mas são mais do mesmo e sem carisma.

História: Sem objetivo e nem tão original.

Escrita: Meio massante, mas não de todo ruim! Meio ponto!

Início: Razoável. Meio ponto!

Desfecho: Mediano, quase ruim. É como aqueles filmes da sessão da tarde que você sabe o que vai acontecer, mas não sabe exatamente como. Meio ponto!

Portanto, 1,5 Copinhos de Hidromel para O Substituto!!!

Para mais livros, clique aqui.

Não esqueça de compartilhar este blog com vossos amigos, nobre navegante!
Aproveite e curta nossa página no facebook!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

6 comentários:

  1. poxa, eu gostei taaanto da capa... mas depois que li suas considerações sobre o livro o encanto acabou rsrs :(
    gostei bastante da sinceridade e pode ter certeza que a dica valeu! vou passar longe desse livro hahahaha

    beeijo!

    http://draamin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o grande fator que me fez começar o livro foi a capa!
      Fico feliz que minha dica tenha sido útil!!!

      Bjo, Carol!

      Excluir
  2. Ai, eu estou rindo com a sua resenha! Não acredito que chegaram a me recomendar esse livro! u.u Vou passar longe dele também, apesar da capa ser belíssima e convidativa! :D

    www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. xD
      Pois é, quem vê capa não vê coração!

      ;)

      Excluir
  3. Poxaa, não acreditoo! Amei esse livro, achei super original, sério, nunca li nada parecido, e eu acho livros desse gênero. Mas claro, tudo é gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Ana Paula!
      Poxa, achei tão sem graça :/
      Mas é assim mesmo, cada um tem seu gosto!
      =D

      Excluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!