quinta-feira, 17 de julho de 2014

Filme: Oldboy - Dias de Vingança

Olá, aventureiros!
Hoje o papo é filme!

Oldboy - Dias de Vingança:

Título Original: Oldboy
Ano: 2013
Duração: 100 minutos
Gênero: Ação, Drama
País: E.U.A.
Direção: Spike Lee
Roteiro: Remake de Oldboy, baseado na HQ Old Boy, adaptado por Mark Protosevich
Elenco: Josh Brolin, Elizabeth Olsen, Sharlto Copley, Samuel L. Jackson
Sinopse: Um executivo de publicidade é sequestrado e mantido refém por 20 anos em confinamento solitário. Quando ele é inexplicavelmente liberado, ele embarca em uma missão em busca de quem arquitetou sua punição, apenas para descobrir que ele ainda está preso em uma teia de conspiração e tormento.


- Merda! Você poderia pensar melhor sobre o que você está fazendo!
- Eu estive pensando sobre isso durante os últimos 20 anos.

Este texto é livre de spoilers!!!

Oldboy é um remake de um filme sul-coreano de 2003, que foi baseado em um manhwa (história em quadrinhos coreana) de mesmo nome. (Manhwa é parecido com o mangá, mas lido da forma ocidental).
Nele vemos a história de Joe, um sujeito mau-caráter que é misteriosamente sequestrado e aprisionado durante 20 longos anos.  De repente, Joe é solto e começa sua busca por vingança.

Vou tentar não fazer comparações com o original, já que sou extremamente fã dele e poderia me deixar levar.

Joe é interpretado por Josh Brolin. Durante o filme, vemos uma transformação de Joe, tanto psicológica como física. Essa parte foi meio falha. A transformação psicológica de Joe não ficou muito aparente, ele simplesmente mudou de hábitos e a mudança física não é tão perceptível.
Logo no começo, ele nos é apresentado como um homem sem muitas qualidades. Quando é preso, ele continua assim, mas depois vai mudando suas prioridades.
Joe protagoniza várias cenas de ação. São boas, mas achei a do corredor muito superficial, apesar da clara referencia ao filme original (o filme é cheio de referencias).
O “vilão” do filme é interpretado pelo Marcos Mion Sharlto Copley, que protagonizou Distrito 9 e antagonizou Elysium. Eu gosto dele, gostei dele nos outros filmes, mas nesse ele estava muito "afetado", ao invés de excêntrico. Ficou meio artificial.
Temos também Samuel L. ‘Motherfucker’ Jackson sendo Samuel L.’ Motherfucker’ Jackson, apesar da curta e não tão grandiosa participação.

O filme é bem feito, sem muitos furos que eu tenha percebido, mas os acontecimentos são, aparentemente, facilitados. A história é diferente e até consistente. Tem ótimas jogadas de câmera. Cenas filmadas de cima, cenas com câmera fixa e cenas com a câmera atrás do personagem muito usada por Spike Lee, o diretor (apesar de que o filme original conta muito com essas jogadas de câmera).

O roteiro é muito bom, muito pesado, sem medo de fazer e acontecer. E continua assim até o fim.
Lá no finalzinho do filme, bem no final, o filme se acovarda. Falar mais que isso só com spoilers.
Apesar da boa história que o roteiro nos proporciona, há alguns momentos em que as explicações são deixadas de lado e as coisas acontecem por que tem que acontecer, como eu disse anteriormente. Como, por exemplo, por que Marie se encantou com Joe, logo na primeira vez que eles se encontram? A cena ficou muito forçada. E tem outra em que Joe persegue um carro de bicicleta.

A trilha sonora do filme é boa e os efeitos nas lutas poderiam ser melhores. Quando pessoas levam marteladas eu quero ver a cara de dor. Além do mais, as lutas eram pra ser mais ‘amadoras’ já que Joe não é um lutador. Ficou superficial e difícil de engolir essas cenas coreografadas.

Eu disse que não ia comparar com o original, mas dane-se (brace yourselves, fanboy is comming).
Comparações com o original:
(Pequenos spoilers de ambas as versões, nada de muito grave)

Já falei em outro post sobre o que eu acho de remakes aqui. Basicamente: Não façam.

Esse filme, por mais bem produzido e roteirizado que seja, por mais respeitoso em relação ao original que seja, não acrescenta em nada, além de acovardar no final.
A história é basicamente a mesma, apenas houve a ocidentalização da obra, o que por um lado é positivo, já que esta brilhante trama terá um público bem maior.
O original, apesar de não muito conhecido, ganhou o prêmio A Escolha do Júri, no Cannes de 2004.
E o final é lindo. Ambos os finais são bem parecidos, na verdade, mas a ideia da versão americana é dizer que acabou e agora vai ficar tudo em paz e da versão coreana é dizer que acabou e é isso aí.
Fora a carga dramática do original que é muito maior.
Há várias cenas épicas no original que a versão americana tentou copiar ou apenas fez referencias, mas não ficaram tão boas quanto.
Ah, e no coreano o personagem principal, Oh Dae Su, como um polvo vivo. Aham. De verdade. São só algumas mordidas, mas não se esqueça que é um polvo vivo.
Na versão americana há uma referencia a essa cena.
Até a trilha sonora do original é melhor.
Pra mim, Oldboy (a versão coreana) é melhor filme já feito.
O filme coreano é o segundo da Trilogia da Vingança, em que três histórias sobre vingança são contadas, mas sem relação umas com a outras.
A título de curiosidade, no dia em que este post foi escrito, a nota da versão coreana no IMDb era 8,4/10 e da versão americana era 5,7/10

Por isso, junto-me à galera do mimimi e grito aos sete ventos: Esse filme é desnecessário.

Fim das comparações!

Resumindo, o filme tem tudo para agradar o público. Tem atuações de medianas a boa, a história é envolvente e diferente, as cenas de ação são razoáveis e o filme não perde o ritmo até o fim. Você só não irá gostar do filme se conhecer o original ou se for muito exigente. Por isso:

OS DRAGÕES DE FOGO NÃO RECOMENDA OLDBOY - DIAS DE VINGANÇA!
Assiste o original que é mais negócio!
Ou não.
Ou assista os dois.
Faça o que você quiser, isso aqui é só um blog.

Além do mais, o filme poderia ser muito pior. Originalmente o diretor seria Steven Spielberg e o protagonista seria o Will Smith.

Agora a nota, de 0 a 5:

Personagens: Bons personagens e atuações moderadas. Tanto Sharlto Copley, quanto Josh Brolin, tiveram atuações medianas neste filme. Meio ponto!

Roteiro: Bom. Ficou muito bem ocidentalizado e encheram de boas referências à obra original, mas falhou em fazer um drama, pois é isso que o filme é, um drama com cenas de ação. Não dá pra fazer um filmece de ação com uma história dessa. Meio ponto!

Início: É bom. É uma "construção" do personagem de Josh Brolin, que depois passa por uma "desconstrução". Um ponto!

Término: Muito bom. Apesar de uma leve acovardada lááááá no finzinho. Meio ponto!

Efeitos Visuais, Sonoros e Trilha Sonora: A trilha é boa, mas não achei tudo isso. O filme é cheio de efeitos e jogadas de câmera, o que ficou magnífico. Um ponto!

Então, 3,5 Canecas de Hidromel para Oldboy - Dias de Vingança!

Olha só, dei boa nota mesmo não gostando do filme.

Para mais filmes, clique aqui!

Não se esqueça de compartilhar o blog com vossos amigos, caro navegante!
Aproveite e curta nossa página no facebook!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

14 comentários:

  1. Marcos Mion mahuahsahushahuhsahsa
    Remake realmente nunca dá muito certo, uma pena porque né, como você disse, eles abrangem um público maior, mas se não é bom o bastante quanto o original, às vezes nem vale a pena :(
    Se um dia eu for assistir, será a versão original então, certeza! Parabéns pela resenha, ficou bem divertida! Beijos!

    bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Tici, é uma pena mesmo! =/
      Isso, assista o original, é fenomenal!!!
      Ah, muito obrigado!!!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  2. "Isso aqui é só um blog"!hahaha
    Nunca li uma resenha tão perfeita, minunciosa e bem-humorada.
    Não conhecia o filme, mas agora vou tentar assistir aos dois e ver as diferenças.
    Beijos!

    http://asassecretas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Sabrina!!!
      Assista e depois me diga o que achou!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  3. Ah Kaio, eu gostei do filme! HAHAHAHA. É claro que gostei né, nunca vi o original e nem li o HQ ¬¬
    Mas assim, pra sessão pipocão da tarde, achei até legalzinho.
    Filmes orientais em geral tem essa cultura de "somos ninjas e não sentimos dor nem quando somos partidos ao meio com a espada", que eu também não gosto. Por isso, eu acho, sou fã dos filmes do Jackie Chan (controvérsias quando a pessoa dele a parte), porque acho que ele transmite mais os "sentimentos". (não me odeie!).
    Will Smith pra remake de filme coreano? Oi? HAHAHAHA. Essa é pior do que o Keanu Reaves japonês, dói na alma essas coisas.
    Quando eu entrar pra BR NAVY vou prender todo mundo que pensar em fazer um remake. E vou atirar neles também, essa parte é muito importante.
    HAUHEAUEHAUEHAUHA
    =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAUHAUAHUAH
      Não tem problema, Mari, eu é que sou muito exigente!
      É legalzim sim, mas eu não gosto quando os produtores resolvem pegar uma história realmente e boa, e fazerem a versão dele. O filme já é bom, não precisa fazer a sua versão, américa!!!
      Ah, não, Jackie Chan, não!!! HAUHAUAHAUHAU

      Ai cara, eu tenho uma raivinha do Will Smith por causa de duas adaptações literárias que ele destruiu negativamente: Eu, Robô e Eu Sou a Lenda.
      Tem que dá tiro em tudo mundo aí!!!
      AHUAHAUHAUAHA

      =D

      Excluir
  4. Oi Kaio!
    Também não curto remakes de filmes de outras culturas, acho que perde muita coisa interessante e importante da história no processo de "ocidentalização" da história.

    Já te falei que eu tenho o Oldboy e não assisti ainda, né? Cara, fui procurar o dvd e não acho em lugar nenhum! Virou ninja e fugiu pela janela, sei lá. Mas meu quarto é uma zona mesmo, desconfio que tem um buraco negro em algum canto, onde desaparecem meias, documentos importantes e dvds que eu ainda não assisti. =/

    Resenha incrível!

    Abraços!

    Fran

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fran!
      Essa perda dos remakes é bem ruim mesmo, sempre assisto um remake com um pé atrás!

      Já falou! Procura de novo, é um muito bom, não pode deixar ir embora assim!!!
      Meu quarto é assim tbm >.<

      Obrigado!

      Abraço!
      =D

      Excluir
  5. Oii Kaio!
    Nunca perdi meu tempo nesse filme! Vi o coreano e achei iiiincrivel, na época que vi, acho que agora também não faria meu estilo. Lembro que eu participave de um "Clube de cinema" e esse filme foi título de debate... Gerou polêmica!
    Remakes dificilmente ficam bons... Eu gosto do americano de "The Girl with the dragon tatoo" mas de qualquer jeito a versão sueca deixa o filme no chinelo... mesmo tendo Craig e a atriz que fez lisbeth que me fugiu o nome agora!
    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara!
      A primeira vez que eu vi eu achei incrível, e continuo achando até hoje!!!

      Eu não assisti o americano, adorei o sueco e resolvi deixar por aí! Gostei bastante da interpretação da Noomi Rapace!

      =D

      Excluir
  6. Não...eu realmente preciso dizer que você é um ótimo crítico de filmes! Olha, eu, como toda pessoa normal, gosto de filmes, claro. Mas eu apenas vejo o filme, sabe? Sem chance de fazer uma análise profunda de qualquer filme, assim como você faz.

    Quando eu vejo adaptações cinematográficas, como todo leitor, eu me sinto no direito de fazer todas as críticas possíveis sobre certos filmes que são claramente bem diferentes dos livros. Mas é uma coisa bem amadora, totalmente diferente, por exemplo, desse seu parágrafo descrevendo o modo como as câmeras foram utilizadas nas filmagens desse filme. HAHAHA

    Parabéns pela resenha! E me diverti muito com a intensidade dos seus comentários no que se refere às comparações. kkkkk

    Bjss
    http://sem-spoiler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Lu! Mas eu acho que tu anda com o padrão baixo para análise de filmes, então!
      Ah, mas é costume. Eu tbm nem me tocava nessas coisas, mas depois que comecei a escrever sobre, as coisas parecem que pipocam na tela!

      Obrigado de novo!
      Não teve como não fazer comparações!!!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  7. Já ouvi falar deste filme em algum canto, depois vou assistir.
    Bjuss
    Visite - Tão Bom Quanto Pizza

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!