terça-feira, 22 de julho de 2014

Livro: Antologia de Contos Extraordinários - Edger Allan Poe

Olá, pessoas!
Hoje o papo é livro!

Antologia de Contos Extraordinários:

Autor: Edgar Allan Poe
Edição: 1/Edição BestBolso 153
ISBN: 9788577992188
Editora: BestBolso/Grupo Editorial Record
Ano: 2010
Publicação Original: 1832 - 1846
Páginas: 294
Tradutor: Brenno Silveira
Sinopse: Esta coletânea reúne 13 contos de suspense de Edgar Allan Poe, o mestre das histórias de terror e um dos pioneiros do gênero policial. A seleção dos contos foi feita por Brenno Silveira e publicada originalmente pela Civilização Brasileira.

"Umas das figuras literárias mais notáveis da América inglesa. Fundem-se o delírio e a clareza da fixação desse delírio."
- Fernando Pessoa

Este texto é livre de spoilers!

Em Antologia de Contos Extraordinários temos 13 contos do aclamado e melancólico Edgar Allan Poe. Em grande parte, o livro trás paisagens sombrias e histórias trágicas, característica marcante de Poe.

Primeira vez lendo Poe, fiquei impressionado com a escrita. Muito poética e descritiva, descrevendo os lugares e cenários melancolicamente, mas não se atendo apenas ao físico, como também descrevendo as sensações que ali desperta no personagem/narrador, fazendo com que o leitor tenha a mesma sensação, que sempre é melancólica, sombria, triste e aterrorizante. Devido a isso, a escrita é bem densa, difícil de ser compreendida. Aqui, qualquer piscadela é o suficiente para que o leitor tenha que voltar e reler algum trecho.
Os contos são narrados pelo personagem central, em que ele mesmo relata os fatos e conversa com o leitor sobre suas sensações e seus sentimentos.

Essa melancolia toda é deixada um pouco de lado com o decorrer do livro, ainda que as histórias tenham sempre presente a tragédia.

De início, Brenno Silveira nos conta a vida de Poe, rasga elogios e quase faz o leitor ter pena da vida miserável do renomado poeta. Achei grande e desnecessário, mas deve ser um prato cheio para os fãs de Poe.

O primeiro conto é A queda da Casa de Usher. Talvez eu não estivesse preparado, ou o estado de semi-sono tenha me atrapalhado, mas logo no começo tinha a nítida sensação de que seria uma leitura complicada e tediosa. Todo aquele modo poético de narrar, as descrições massivas e sempre sombrias, para que o leitor tenha sempre essa sensação, foi cansativo. Até o fim do conto foi assim mesmo, mas no final... Ah, o final. O final foi surpreendente e me causou aquela sensação de espanto, terror e felicidade. Felicidade pois no fim, adorei o conto. Dificilmente me surpreendo lendo livros e esse foi um desses momentos raros.
Na história, o narrador sem nome vai visitar um amigo de infância, da família Usher, que foi acometido por uma enfermidade. O conto se passa todo na casa de Usher, nos é contado um pouco sobre este personagem, enquanto algumas coisas bizarras acontecem. E o título é genial!

Em O barril de Amontillado, vemos uma trama de vingança e loucura, não tão melancólico como o conto predecessor.

O terceiro conto me causou um suspense inacreditável. O gato preto narra a história de um homem comum que adorava animais, mas depois de um tempo, se vê amargurado, frio e tomado por impulsos. Com um final muito bom, ainda que previsível.

Berenice é o quarto conto. Achei um tanto complicado e confuso. Egeu conta sua história e a de Berenice, ambos acometidos por duas doenças distintas. Grande parte do conto é Egeu explicando as doenças e os impactos dela na vida deles.

Um naufrago encontra um navio arrepiante em pleno alto-mar no quinto conto, Manuscrito encontrado numa garrafa. Este foi meio fraquinho, sem muito suspense e mistérios.

Em William Wilson, vemos a trajetória de um homem que conhece alguém um tanto quanto parecido com ele.

Os crimes da Rua Morgue é um conto um tanto grande que me lembrou as aventuras de Sherlock Holmes (Dizem que Dupin, o detetive deste conto é o precursor dos detetives da literatura, como Holmes, por exemplo). Um estranho e sangrento crime acontece na rua Morgue e a polícia local não tem ideia de como desvendar esse mistério. Uma dupla de amigos acaba por investigar esse crime.
O início do conto é lento e arrastado, demora um pouco para a história começar.

O mistério de Marie Rogêt é uma sequencia do conto anterior, Os crimes da Rua Morgue. Nesse, a dupla de amigos, Dupin e o narrador anônimo se deparam com o assassinato de uma jovem, cujo corpo foi encontrado em um rio. No conto, Dupin analisa as opiniões e os fatos do caso gerado pela mídia.
Este conto foi baseado em um caso real.

O terceiro conto de August Dupin é A carta roubada. Nele, o delegado faz uma minuciosa procura, em vão, por uma carta de muita importância que foi roubada. Assim, pede ajuda a Dupin, que mais uma vez usa de seu intelecto para desvendar o caso.
O conto é praticamente feito de diálogos, pensamentos e raciocínios.

Em Metzengerstein, vemos o conflito entre duas nobres famílias. Nele, o barão de Metzengerstein cria uma feição por um cavalo incomum.

Nunca aposte sua cabeça com o diabo é uma crítica aos contos morais como os de La Fontaine. Nele, Toby Dammit é um sujeito desregrado com mania de "apostar sua cabeça com o diabo". Muito bem feito e muito engraçado, mesmo mórbido.

O duque de L'Omelette narra a história do duque que encontra e desafia o diabo. Bem curto, mas não muito simples de entender.

O último conto, O poço e o pêndulo, conta a história de um cativo da inquisição condenado a morte. Um grande mistério e um suspense incrível do começo ao fim. Fechou com chave de ouro!

Em suma, o livro é bem complicado, com uma escrita explicativa e descritiva, sem muito ritmo. Os contos variam, mas em geral são muito bons e originais, mas não são para qualquer um. Gostei bastante e adorei conhecer Poe, mas vou pensar duas vezes antes de ler outro.

OS DRAGÕES DE FOGO RECOMENDA ANTOLOGIA DE CONTOS EXTRAORDINÁRIOS!!!

Para mais livros, clique aqui.

Não esqueça de compartilhar este blog com vossos amigos, nobre navegante!
Aproveite e curta nossa página no facebook!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

27 comentários:

  1. Nossa, o livro me pareceu incrível! Dos contos que você citou, o que mais me chamou a atenção foi "Os crimes da rua Morgue", por lembrar o Scherlock Homes, gosto dele, haha. Bom saber que a narrativa é boa, isso me ajudaa muito, mas se bem que as vezes a narrativa pode até ser chata, mas se os personagens forem carismáticos e a história boa, eu dou uma chance, haha.
    Abs! Fique com Deus
    http://hey-mygod.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Então acredito que você irá apreciar o livro!
      Abraço!
      =D

      Excluir
  2. Eu não conhecia essa obra, mas agora me interessei. Eu adoro contos, principalmente de suspense. Particularmente, o que mais me chamou atenção foi O barril de Amontillado, que me lembrou um pouco as histórias de Sidney Sheldon. Abraços!

    http://desfocandoideias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Natália!
      Então recomendo que leia!
      Mas não conheço as obras de Sidney Sheldon, não sei te dizer se é isso mesmo!
      =D

      Excluir
  3. Ahh eu adoro Poe e olhe que nem gosto tanto assim de contos, mas os dele são excepcionais *-*
    Já viu o Poe de Sexta lá no blog? HIHEUIHE No meu livro tem vários desses contos que tem no seu livro, estou ansiosa pra ler, mas estou indo devagar, como você disse uma piscada é o suficiente pra se perder na história então quero aproveitar cada detalhe *-*
    O conto O Poço e o Pendulo eu andei vendo algumas coisas que em inglês ele é simplesmente magnífico, a escrita dele tem um ritmo que parece um pendulo descendo pelo poço, mas infelizmente isso se perdeu na tradução :/
    Acho que vou acabar comprando essa edição também haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Não vi! HAUHAHAUAH
      Mas vou lá ver!
      Sim, tem que tomar cuidado mesmo. Demorei pra ler mais por isso, precisa voltar as vezes.
      Poxa, o conto traduzido já é fantástico, imagina assim!!! Uma pena se perder na tradução =/
      Pode comprar, eu paguei baratinho nas promoções do submarino!
      =D

      Excluir
  4. Do autor eu só li mesmo "O corvo" na faculdade, e gostei bastante, mas acho que é pq tinha a presença da Profa. Silvia explicando cada parágrafo, rs. Tentei ler "Gato preto" em inglês, mas nem preciso falar que não consegui neh =/
    Ha pouco tempo, assisti a uma série brasileira exibida pela Fox com adaptações de alguns contos de Poe, e gostei de "Berenice", que conseguiu transmitir essa atmosfera sombria dos contos de Poe e um pouco dessa melancolia a que vc fez referência.
    Enfim, Poe não é importante por acaso, e seria interessante que as pessoas pelo menos tentassem conhecer seu trabalho, ainda que muito denso e de difícil compreensão.
    Ótimo Post Kaio ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É dificil mesmo!!!
      Eu só li esse por enquanto, talvez leia mais, mas bem futuramente!
      Eu acho que sei qual é, seria "Contos de Edgar"? Eu vi propagandas e me interessei bastante, mas acabei perdendo e não assistindo nenhum episódio!
      Obrigado, Joana!
      =D

      Excluir
  5. Oi, Kaio! Tudo bem?
    Dessa vez não vou poder comentar muito pois nunca li nada do Poe. O mais próximo disso foi ter lido "Noite na Taverna" do Álvares de Azevedo, que se inspirou muito nos textos do Poe. Mas já anotei a dica, acho que é uma boa obra para começar a me aventurar na escrita do Poe!
    Parabéns pelo post! Sua paciência em descrever todos os 13 contos foi sublime!
    Beijos!

    bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tici!!!
      Obrigado, Tici, realmente deu trabalho fazer esse post!
      Não conheço essa obra, vou procurá-la!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  6. Kaio, primeiramente, meus parabéns pela resenha! Você realmente escreve muito bem, sabe descrever sendo direto sem entediar seus leitores. :D
    O livro parece ser daqueles meio cansativos, mas que no final vale a pena. Vou anotar ele na minha gigantesca lista de futuras compras!
    Beijo!

    http://omorrodoslivrosviciantes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Karina!!!
      Eu tento! :3
      Anote! E depois volte para dizer o que achou!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  7. Oi, Kaio, tudo bem? =)

    Adorei a resenha. Amo Poe e seus contos. Amo contos. E este livro parece ser muito bom!!!! Destes contos já li "O Poço e o Pêndulo", e é muito bom.

    Adorei a dica =)

    Beijos,
    Livy
    nomundodoslivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Livy!
      Ah, que bom que gostou, fico feliz!
      O meu conto preferido do livro foi justamente esse!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  8. tenho duas edições de histórias extraordinárias e as amo forte.
    Poe é sem dúvidas um dos meus escritores de terror favoritos -ficando atrás somente do S.K- e pelo visto compartilhamos a mesma opinião sobre Os Crimes da Rua Morgue, não sei você, mas me apaixonei pelos personagens desses contos, tanto que depois fiquei sofrendo uma ressaca literaria braba hehe
    XOXO
    onthislastday.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curto Stephen King também! o/
      Sim, eu gostei bastante dos personagens, e gostei bastante por eles terem aparecido em outros contos!
      =D

      Excluir
  9. Eu quaaaaaase comprei esse livro no submarino essa semana. Acabei tirando do carrinho , colocando e tirando de novo, deixei pra próxima por fim. Mas já li o Gato preto e curti bastante.Depois que eu comecei a assistir The following então, minha vontade de ler algum livro inteiro do E.A Poe só aumentou. Adoro esse clima sombrio , melancólico... aliáaas falando em sombrio, nada a ver com o post , mas termine de Ler Espíritos de Gelo do Raphael Draccon e AMEI haha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm fiquei na neura de ler Poe por causa de The Following!!!! o/
      Hey, Espíritos de Gelo é muito bom, né??? Não tem como não amar!
      =D

      Excluir
  10. Oi Kaio, tudo bem?

    Nunca li nada do Poe, e acho que não tenho muita vontade, mas gostei muito do seu post.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaella!
      Obrigado!
      Mas tente ler algo dele algum dia, vale a experiencia!
      =D

      Excluir
  11. Kaio, fiquei com muita vontade de ler esse livro mesmo sabendo que posso não gostar de alguns contos porque, vergonhosamente em se tratando de livros, eu tendo a não gostar de coisas complicadas. rs

    Ultimamente tenho lido muitas opiniões positivas sobre o autor e suas obras e sinto curiosidade de ler esse clica melancólico. rs

    Peguei um livro pra ler que vi pela primeira vez aqui no seu blog. É o Branca dos Mortos e os 7 Zumbis. Se eu não gostar a culpa é sua. hauahuahau

    Beijoo :*
    http://sem-spoiler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vixi, então muito cuidado com esse livro!
      Mas vale a pena mais pela experiencia!

      HAUAHUAHUAH
      Mas vai gostar sim!!! É muito bom!
      Depois me diga o que achou, quando acabar!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  12. Já li alguns contos do Poe mas nunca peguei um livro inteiro dele pra ler.
    Muito boa a resenha, fiquei curiosa para ler vários desses contos!
    Bjss
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Pois leia, valeu muito a experiencia!
      É bem diferente
      =D

      Excluir
  13. Respostas
    1. Em português é bom também
      AHUAHUAHAUHA
      Se um dia der, leia O Poço e o Pendulo em inglês!
      =D

      Excluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!