quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Livro: Elantris - Brandon Sanderson

Olá, pessoas!
Hoje o papo é livro!

Elantris:

Título Original: Elantris
Autor: Brandon Sanderson
Edição: 1
ISBN: 9788580445046
Editora: Leya
Ano: 2012
Publicação Original: 2005
Páginas: 576
Tradutor: Marcia Blasques
Sinopse: O príncipe Raoden, de Arelon, foi um dos tocados pela maldição que o levou a viver, ou a tentar sobreviver, em meio à loucura e maldições da cidade caída que, desde a maldição, tornara-se um cemitério para os que foram amaldiçoados. Prestes a se casar com Sarene, filha do rei de um país vizinho de Arelon – uma mulher que nem chegou a conhecer pessoalmente, mas que, mesmo com um casamento politicamente forçado, passou a conviver por meio de cartas – o príncipe é dado como morto, uma situação que parece ser irremediável, mas que precisa de explicações. E são esses mesmos esclarecimentos que Sarene procura ao chegar em Arelon e descobrir que tornara-se viúva antes mesmo de conhecer seu marido. E a partir daí começa a entender que terá que tomar conta de tudo sozinha, principalmente de um homem chamado Hrathen, um dos mais poderosos nobres, que está disposto a substituir o rei Iadon, pai de Raoden, para poder converter o país à religião Shu Dereth.

"(...) O ódio pode unir as pessoas com mais rapidez e fervor do que a devoção."

Este texto é livre de spoilers!!!

Elantris, livro de estreia de Brandon Sanderson, narra uma aventura fantástica em um mundo totalmente novo. Nesse lugar, algumas pessoas se tornam, do dia para a noite, seres resplandescentes, dotados de beleza, poderes e magias. Esse seres são acolhidos na cidade de Elantris, para viver a eternidade. Essa eternidade acabou há 10 anos.
Agora, os transformados passam a ter uma pele purulenta, um aspecto de cadáver sem poder nenhum. A transformação virou uma maldição.

"Veio como uma tempestade. A própria terra estremeceu, um enorme abismo apareceu no sul, e toda Arelon tremeu. Com a destruição, Elantris perdera sua glória. Os elantrinos deixaram de ser resplandecentes seres de cabelos brancos para se transformar em criaturas de pele manchada e cabeça calva – como se sofressem de uma horrível enfermidade em estado avançando em decadência. Elantris parara de brilhar, ficando cada vez mais escura…"

A história é contada a partir do ponto de vista de três personagens:
  • Raoden, príncipe de Arelon, tocado pela maldição, que tem que aprender a viver na perigosa e suja Elantris, enquanto o país sofre severas complicações políticas.
  • Sarene, princesa de Teod, prometida em casamento a Raoden. A princesa passa a viver em Arelon e tenta a todo custo salvar a população dos erros políticos da nobreza.
  • Hrathen, um gyorn derethi. Hrthen é um sacerdote de alto escalão incumbido de converter os cidadãos de Arelon, basicamente de seguidores da religião Shu-Korathi, em seguidores de seu deus, Jaddeth, da religião Shu-Derethi.
Apesar disso, a vários outros personagens importantes para a história e tão carismáticos quanto os principais.

Os capítulos intercalam com o ponto de vista de cada um, seguindo a ordem: Raoden, Sarene, Hrathen, Raoden... É assim até a terceira e última parte, onde tudo se mistura, injetando adrenalina direto na veia do leitor.

Como eu disse, o livro é divido em três partes:

  • A Sombra de Elantris, apresentação da história e dos personagens;
  • O Chamado de Elantris, grandes reviravoltas e os acontecimentos principais acontecem;
  • O Espírito de Elantris, resolução dos mistérios de Elantris.

A forma como Brandon Sanderson escreve é realmente muito boa, deixou-me muito surpreso. O leitor que gosta de fantasia realmente se transporta e acredita naquele novo mundo. A história é bem original e empolgante. Em alguns momentos, parece que o autor forçou algumas situação, mas a sensação é passageira e de forma nenhuma estraga a experiencia.

Esse novo mundo é bem interessante. Os Elantrinos, dados como quase deuses antes da maldição, podiam curar, fazer luz , se transportar, tudo através de magia. Para fazê-la, bastava desenhar Aons com o dedo, no ar mesmo. Esses Aons são como um novo dialeto, cada um com um significado e podendo se juntar a outros, formando novos significados. Isso deu um ar de convincente à magia daquele mundo. É como em Harry Potter, onde palavras específicas fazem uma magia específica.

A trama é cheia de acontecimentos e pega o leitor de jeito. Muita coisa é imprevisível aqui e segue assim até o final. O fim é surpreendentemente bom.
Antes do derradeiro fim, há algumas resoluções e explicações sobre a maldição de Elantris. De início, não achei essas explicações muito boas, mas depois foram ficando coerentes e tudo se ajeitou.

A edição feita pela Leya está incrível. Quase não há erros, a diagramação está excelente e a capa é lindíssima. No fim há um glossário com o significado dos Aons e um mapa.

Resumindo, o livro tem personagens complexos e cativantes, o enredo é original, empolgante e intrigante, a escrita é fluida e a edição é ótima.

Essa postagem pode parecer supérflua e superficial demais, mas foi intencional. Esse é daqueles livros que pé melhor você começar a ler sem saber muita coisa. Fará com que você tenha uma experiencia muito mais satisfatória.

Vamos a nota, de 0 a 5:

Personagens: Carismáticos e bem caracterizados. Um ponto!

História: Empolgante e eletrizante, ainda que em alguns momentos pareça complexa demais. Um ponto!

Escrita: Muito boa, não parece um livro de estreia. Um ponto!

Início:  Muito bom, a história começa bem e a apresentação dos personagens são muito boas. Um ponto!

Desfecho:  Na adrenalina total. As perguntas foram todas respondidas. Um ponto!

Portanto, 5 Canecas de Hidromel para Elantris!!!

Para mais livros, clique aqui.

Não esqueça de compartilhar este blog com vossos amigos, nobre navegante!
Aproveite e curta nossa página no facebook!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

6 comentários:

  1. Pronto, tô apaixonada! *-*
    É o tipo de livro que me prende para sempre. Amei sua resenha! :D
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Daniella!
      Obrigado!
      Então corra e leia!
      =D

      Excluir
  2. OIá Kaio =)

    Adoro estes livros eletrizantes. Elantris está aqui na estante faz um bom tempinho para ler. E nem sei porque ainda não o peguei para ler, loucura minha. Parece ser um ótimo livro, estou louca pra conferir. Tenho certeza que vai estar entre os meus favoritos.

    Ótima resenha =)

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Livy!
      Então leia logo! Vale muito a pena!
      Ah, muito obrigado!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  3. To com esse livro aqui em casa , ia começar mas acabei comprando Prince of thorns e então estou agora lendo P.o.T e O maníaco do circo e o menino que tinha medo de palhaços (nacional). Possivelmente Elantris vai ser minha próxima leiura, porque se eu já tava empolgada , agora então *____*.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vixi, tu tá lendo um monte!
      Mas termina logo e começa Elantris!
      É fenomenal!
      =D

      Excluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!