segunda-feira, 23 de novembro de 2015

[Livro] A Morte e os Seis Mosqueteiros - Anatole Jelihovschi

Olá, pessoas!
Hoje o papo é livro!

A Morte e os Seis Mosqueteiros:

Autor: Anatole Jelihovschi
Edição: 1
Editora: Jaguatirica
Ano: 2014
Páginas: 140
Sinopse: Em seu novo romance policial, Anatole Jelihovschi mergulha fundo no cotidiano das infâncias perdidas, dos relacionamentos partidos, das oportunidades que tantos ainda acreditam distantes demais da realidade.

A morte e os seis mosqueteiros é a história de seis garotos muito amigos de uma favela. Quando crianças, tudo era uma grande brincadeira. Os meninos gostavam de se imaginar nos mundos de capa e espada, ou na peça ‘O fantasma da ópera’, mas na verdade moravam em uma favela violenta, com bandidos e policiais trocando tiros e matando gente. Ainda quando a infância sequer os havia deixado, a violência e o tráfico na comunidade em que viviam, de uma forma ou de outra, acabariam por envolvê- los em uma teia de morte, assassinando seus sentimentos, valores e, principalmente, sua amizade.

Na favela não existe futuro, não. A gente ganha dinheiro para ter comida em casa e tomar cerveja no fim de semana, quando dá. Ninguém estuda para se tornar doutor ou casar com garota rica, ganhar dinheiro e essas coisas todas. A gente precisa botar comida em casa, e é só. É isso hoje, vai ser isso amanhã. Ninguém lá pensa no futuro, só importa o hoje. (...) Por isso esse negócio de morrer com dezessete, vinte e cinco ou oitenta anos, dá tudo na mesma. Ninguém tem futuro pela frente mesmo, e não se perde nada ao se morrer jovem aqui.

Este texto é livre de spoilers.

Zequinha, Juca Pelo de Burro, João Mocotó, Zé Grande, Batata e Meia-Noite são grandes amigos que passam a infância inocente na favela, brincando e crescendo. Fingem ser Os Seis Mosqueteiros e fazem a promessa de um por todos e o todos por um. Porém as crianças crescem em um lugar sujo e vulgar e a vida os separa. Cada um segue um rumo. Zequinha, o narrador da história, procura estudar e arrumar um emprego. Os outros mosqueteiros, alguns morreram, outros entraram para a vida de crime. O certo é que o bando se separou, mas um laço ainda os unes e essa é a trama do livro.

Já ouviu a expressão Pé na porta, soco na cara? Bem, o livro faz jus a essa expressão. O modo como o autor retrata a vida na favela é bem imersivo e causa um impacto no leitor. Retrata diversos temas pesados como o tráfico, pedofilia, preconceito e vingança.

O livro é narrado sob o ponto de vista de Zequinha, que nos mostra, desde a infância até a vida adulta, as dificuldades de se viver numa favela. As mortes, os medos e os perigos. A narração é bem simples e fluida. A simplicidade é proposital, pois Zequinha abandona os estudos logo cedo. É apenas mais um menino de favela, sem sonhos e sem futuro.

O enredo é cativante e como toda boa obra que retrata a realidade brasileira é imprevisível. Não dá pra saber o que vem em seguida. Sendo assim, capítulo a capítulo o leitor se vê preso numa trama muito bem fechada e com um final totalmente inesperado. Achei o final inusitado, não me empolgou tanto, mas valeu cada página virada, cada palavra lida.

A edição é muito bem revisada, com uma capa que consegue transmitir a sua essência. É bem pequena, apenas 140 páginas, mas é grande de conteúdo.

Nota: 4,5 Canecas de Hidromel


O leitura foi realizada graças ao Book Tour! (O mesmo livro é passado entra alguns blogueiros para a realização de resenhas). Mais 3 blogs fazem parte da viagem desse livro. Dois blogs já publicara suas resenhas:
Leituras e gatices
Eu curto literatura

E o próximo a resenhar será:
Oráculo de elfos

Gostaria de agradecer novamente o contato e a oportunidade. Adorei participar desse Book Tour!
Até mais, e obrigado pelos peixes!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

16 comentários:

  1. Olá Kaio!
    Adorei a resenha! O livro parece ser muito bom, só vejo comentarios positivos.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Que bom que gostei!!!
      É muito bom mesmo ^^
      Bjo
      =D

      Excluir
  2. Adoro suas resenhas Kaio ><
    Esse parece ser bom, conhecer mais afundo algo que só ouvimos falar. Vou colocar na minha listinha.

    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Cintya!!!
      Pois fico muito feliz!!!! *---*
      Coloque mesmo, super recomendo!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  3. Parece ser mesmo uma história direta e crua, sem esconder a realidade que acontecia ao redor deles. E daí fica a curiosidade se eles vão voltar a se encontrar haha
    E as canecas de hidromel me lembraram muito a série nova do Rick Riordan, do Magnus Chase hahaha a cada cap é uma canequinha básica

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Amy & Matthew", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem assim, Carol!!!
      HAUHAUHAUHAUHA Quero leeerr!!!!
      =D

      Excluir
  4. OI Kaio,
    O livro parece ser legal, mesmo não sendo esse meu estilo gostei!
    Abraços
    blogmichaelvasconcelos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É um estilo diferente do que costumo ler também e adorei!
      Abraço!
      =D

      Excluir
  5. Olá, Kaio!
    Adorei a resenha! Não conhecia o livro, mas é o tipo de trama que me agrada.
    Obrigada pela dica!

    Te indiquei para responder uma TAG: http://gatitaecia.blogspot.com.br/2015/11/tag-habitos-de-leitura.html
    Espero que goste!
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu que agradeço!!!
      Vou lá já ver!!!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  6. Olá, Kaio. Eu não conhecia esse livro e gostei bastante da analise. Meu único problema é que eu não sei lidar muito bem com livros que envolve uma realidade como essa. Como você comentou a realidade brasileira é algo imprevisível ainda mais nas favelas, acho que não sei lidar muito bem com esse tipo de coisa também na ficção. kk


    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico feliz que tenha gostado!
      Eu fiquei apreensivo também por causa disso, mas é bem de boa!
      =D
      Bjo!

      Excluir
  7. Pelo visto você também gostou, não é Kaio?
    Também fiquei arrasada com o final, mas pensando bem, não poderia ser de outro jeito!

    Bjs!

    http://leiturasegatices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Helena!!
      Pois é, o final foi completamente inesperado! Mas acho que tem razão, não poderia ser de outro jeito!
      Bjo!
      =D

      Excluir
  8. Oi Kaio!
    Se eu falar que não conhecia, você brigará comigo?
    Gostei muito da premissa, parece aquele tipo de livro que tem sentimento, você se envolve com a leitura, né?
    Quero ler, sua resenha foi muito bem escrita, viu? Parabéns!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Tudo bem xD
      Se envolve mesmo, Alessandra!!! É bem assim.
      Poxa, muito obrigado, fico muito feliz que tenha gostado!
      Bjo!
      =D

      Excluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!