quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

[Livro] O Mágico e o Fantasma do Alquimista - Rogério da Silva

Olá, pessoas!
Hoje o papo é livro!

O Mágico e o Fantasma do Alquimista:

Autor: Rogério da Silva
Série: Senhores da Magia #1
Edição: 1
Editora: Chiado Editora
Ano: 2015
Páginas: 228
Sinopse: Em-Terra, um mundo complexo e hostil. Nele existem criaturas lendárias, algumas perigosas, outras nem tanto. Os habitantes desconhecem o seu passado, intitulando tal época como “Era Esquecida”.
Neste mesmo mundo vive Yshay, um garoto de rua que vivia na Cidade das Luzes. Ele possui uma história complexa e estranha, pois o mesmo não compreendia o que acontecera consigo em sua cidade natal.
Certo dia ao ser notado por um renomado professor, Yshay é convidado através de uma bolsa integral, a estudar num colégio de elite da Nação Cálida. Neste lugar ele conhece faces novas, descobre novas formas de pensar e outras formas de preconceito. Ele conhece até mesmo um fantasma, que se intitulava Neve, por sua vez pede sua ajuda, pois não se lembrava de quem era em vida.
Aceitando, Yshay não percebe o quão perigosa seria essa aventura, onde lutaria tanto para descobrir quem era Neve, quanto para conhecer a si mesmo.

"Tudo é complicado quando complicamos tudo."

Este texto é livre de spoilers!

Yshay pertence a uma rara classe entre aqueles que possuem magia. Ele é um Mágico. Muito poderoso e habilidoso, ele ganhou uma bolsa para estudar num grande colégio de magia, a Luzo Enlevo.
Ali, Yshay irá se envolver em grandes mistérios, encontrar criaturas fantásticas e descobrir mais sobre si próprio.

Quando se fala em escola da magia não tem como não comparar ou associar com Harry Potter. Então, já aqui no começo quero deixar bem claro que é uma pegada bem diferente. Talvez até J. K. Rowling possa ter influenciado este livro, como muitos outros por aí, mas O Mágico e o Fantasma do Alquimista aborda temas e possui características distintas.

Yshay é o protagonista. Um garoto poderoso e o único na escola que consegue ver Neve, um fantasma que vaga sem saber sobre seu passado.
O Mágico é um garoto retraído e antissocial. O que ele realmente quer é ter um bom aprendizado, mas deseja passar despercebido pelos outros alunos. Como ele é de uma classe rara e muito poderosa, acaba sendo o centro das atenções e ganhando alguns amigos.
É um bom personagem, toda a história vai sendo construída de forma que o leitor vai conhecendo-o aos poucos, tanto sua personalidade como o seu passado.

A história é bem criativa. Possui diversas criaturas fantásticas (grande parte baseada em mitologias orientais) e um enredo cativante.
Ainda que por vezes superficialmente, o livro retrata temas fortes, como o preconceito por classe social e sexualidade. Creio que esse foi o primeiro livro de fantasia que eu li com vários personagens (importantes para a trama) homossexuais.

Apesar de cativante e fluida, a leitura foi complicada. A escrita do autor é um tanto quanto estranha ao meu ver. Tem um uso excessivo de advérbios e de conjunções. Em algumas partes, ações consecutivas são narradas em uma única sentença, separadas apenas por vírgulas, o que deixa a leitura confusa, fazendo a obra perder pontos comigo.
Além disso, faltou uma revisão mais apurada, pois tem diversos erros de gramática, uso corriqueiro de redundância e palavras escritas de forma incorreta.

Resumindo, o livro possui uma trama cativante, rodeada de mistérios e dotada de muita magia. É um bom livro de fantasia, com características originais, mas peca na escrita.

Nota: 3,5 Canecas de Hidromel.

Até mais, e obrigado pelos peixes!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

15 comentários:

  1. Olá, Kaio!

    Lembrei muito de HP; uma escola de magia, um menino poderoso mas que não quer fama, mistérios, enfim... Pareceu um enredo inspirado mesmo no universo da J.K., mas, pelo visto, a escrita difere bastante, já que a da J.K. é bem detalhista e apurada ao mesmo tempo.

    Uma pena os erros de revisão, eu desanimo muito quando encontro durante a leitura, afinal, pagamos caro em livros para quê? O mínimo que devemos receber é uma boa revisão e diagramação, independente de a escrita e enredo do autor(a) serem bons ou não.

    Abraço, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de falar, amei a capa do livro, o gato. Muito lindo!
      Esse gato tem algo a ver com a estória?

      Excluir
    2. Olá!
      De início realmente não tem como comparar com HP, mas tem uma pegada bem diferente.
      Desanima mesmo. Mas a estória foi boa, valeu a pena!
      A capa é um charme mesmo! Esse gato de duas caudas é um Nekomata, ele está presente na estória sim! Muito participativo, por sinal.
      =D

      Excluir
  2. Alô, alô, você sabe quem sou eu? AHSUEHAUE XDDD

    Ai, gostei! Difícil não ter curiosidade e vontade de ler quando se associa com Harry Potter! Tô numa vibe de magia HAHA, se tiver a oportunidade, lerei ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NAAAAYYYYAAAAAAA
      Você por aqui! Não gostaria de entrar e tomar uma xícara de café?
      Livros com magia sempre merecem uma oportunidade HAUAHUAHUAHUHA
      Leia sim!!! Vou te cobrar u.u
      =D

      Excluir
  3. Oi, Kaio!
    Lembrei de um livro que eu li esses dias, que apesar de me lembrar muito outro livro, era completamente diferente. Então eu entendo o que vc quis dizer sobre lembrar HP e ser outra coisa. rs
    Achei a capa muito linda. E apesar de você ter achado a escrita do autor estranha, eu realmente fiquei com vontade de ler. ^^
    Beijo

    http://canastraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É bem isso!
      A capa é bonita mesmo!!!
      Pois dê uma oportunidade! Eu gostei mesmo assim, talvez você também goste!
      Bjo
      =D

      Excluir
  4. Okay, eu gostei muito a ideia do livro, por mais cliche que seja a premissa sempre da para sair algo novo e diferente dai.
    Gostei bastante mesmo, com certeza vou ler ele ainda esse ano.
    Xoxo

    Planeta94.blogspot.com

    P.S.: Me recuso a acreditar que pagaram um designer para fazer uma capa dessas -.-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostu, depois volte para dizer o que achou!
      Poxa, gostou não? Achei maneirinha!
      =D

      Excluir
    2. Obrigado, ficarei feliz em saber sua opinião sobre ele também... Passei meu blog, esta entre os últimos posts.

      Excluir
  5. Oi Kaio!
    Confesso que não é algo que me empolga nesse momento. Talvez leia, mas mais para frente, não por agora. Não me empolguei tanto com a premissa.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Kaio, tudo bem?
    Primeiro quero dizer que acabei de conhecer seu blog e me apaixonei. É lindo e muito bem escrito. Já estou seguindo!
    Agora sobre o livro eu achei a capa linda, mas se tratando da sinopse não me despertou interesse algum. =;

    Um abraço.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico muito feliz que tenha gosto! Obrigado, de verdade!
      Ah, que pena!
      =D
      Abraço

      Excluir
  7. Olá, aqui quem fala é Rogério, o escritor do livro...
    Gostei muito do seu blog e com certeza irei salvá-lo em meu favoritos. Gostei muito da resenha ou avaliação que você fez sobre ele, sendo que sim, você está certo sobre tudo que disse sobre ele.
    Na época em que os escrevi, minha escrita não era tão desenvolvida, ainda preciso melhorar bastante para obter o resultado necessário.
    Quando eu criei a história eu não tive nenhum patrocínio, eu era jovem e os professores e amigos não davam importância se eu iria ou não publicá-lo. Por isso, não tive ajuda de nenhuma parte.
    Venho de família humilde com pouco estudo, por isso não poderia esperar mais deles em relação ao livro.
    A editora que recorri para publicar o livro não fez a revisão do mesmo, e eu não possuía e ainda não possuo condições para pagar tal profissional. Tanto, que ainda pago aos poucos o dinheiro que peguei emprestado para custear a publicação.
    Não posso mentir que fiquei muito chateado ao ver depois de um algum tempo que meu livro continha vários erros, fiquei super decepcionado comigo mesmo e com as pessoas as quais pedi auxilio...
    Eu tentei com minha experiência fazer a revisão do livro, o li e reli umas quarenta vezes. O porém era que eu havia escrito o livro, havia lido a mesma história tantas vezes que deixei passar despercebido esses tais erros.
    Infelizmente nao posso mudar aquilo que já foi feito, porém tento melhorar na medida do possível, pois, como já disse, não tenho condições para pagar uma boa faculdade ou algum curso que melhore meu desempenho como escritor, apenas tento melhorar pelos textos que leio pela internet.
    Meu livro e minha escrita talvez nunca chegue ao pés de J.K. Howling... Porém minha principal inspiração não foi Harry Potter e sim os livros de J.R. Tolkien e C.S. Lewis, além de alguns contos orientais.

    Obrigado pela resenha, gostei muito... Adoraria ser um escritor melhor, mas por enquanto tenho muito que melhorar... Espero que esse livro não rebaixe nem estrague minha expectativa como escritor, sendo que os brasileiros não dão muito importância para escritores também brasileiros...

    Eu também possuo um blog, o qual criei a pouco tempo. Nele estarei disponibilizando uma história mais aprofundada sobre o universo que criei. Parece chato, mas não custa dar uma conferida, eu me esforço muito para melhorar, sendo que não conseguirei sozinho.
    Passarei o link abaixo, um grande abraço a todos.

    Blog: https://contosdeem-terra.blogspot.com.br/
    Page Facebook 1: https://www.facebook.com/omagicoeofantasmadoalquimista/
    Page Facebook 2: https://www.facebook.com/Contos-de-Em-Terra-546413558871431/

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro feliz deixando seu comentário!
Obrigado pela visita, volte sempre!
Caso tenha um blog, deixe o link para que eu retribua a visita!